A arte de hoje

Eu tava a pensar, o que leva certas pessoas a colocarem para o público coisas ridículas e inúteis, que não contribuirão em nada nas sua vidas…Bom, eu acho que eu sei o que leva essas pessoas a fazerem isso. É o fácil acesso que elas conseguem nos diversos meios institucionais. E fico pensando, que porra é essa, tanta gente por aí, que faz um trabalho bacana e que nunca tem uma chance. Porque as coisas são complicadas para o artista? Eu vejo o artista como o cidadão honesto, vai numa loja comprar um objeto, e lhe pedem isso, aquilo, aquilo outro, e ele tem que comprovar que é gente. Aí chega um malandrão, que roubou uns documentos de um coitado e faz a festa, leva de tudo, consegue credito, é bem tratado, toma cafezinho, só porque a prendeu a mentir e enganar as pessoas direitinho. 

Essa é a arte de hoje, a arte daqui, medíocre, querendo ser global e não passa de lixo. A arte tem que ser feita para o público, para o povo, não para meia dúzia de merdas metidos a entendedores de arte. Odeio quando recebo os convites do Centro Cultural do BNB e vejo a merda que eles estão expondo, são 365 dias no ano e posso dizer que uma ou duas vezes vi algo que valesse a pena estar lá. Vou parar por aqui, por que uma certa vez escutei um artista dizendo que ia falar com um amigo dele que era jurado de um certo Salão pra não esquecer dele. Entrar em um salão assim? Se tiver que entrar que seja pela obra, pelo belo trabalho, não por apadriamento, não por nome. Quando as pessoas leigas visitam uma exposição, elas olham o trabalho do artista, elas apreciam a obra mesmo nunca tendo ouvido falar desse artista. E é isso que importa o público, o povo comum.

Ainda bem que inventaram a internet, maravilha de internet. Na minha galeria virtual já passaram muitas pessoas legais apreciando minhas telas. Obrigado a todos.

Cláudio Dickson

7 comentários sobre “A arte de hoje

  1. Sempre olho fotos de telas, caríssimas, e me pergunto, o que tem nesta tela, pq são tão caras? E fico com vergonha dos meus preços, vendo arte para o povo, “povo que quer comprar, mas não pode pagar caro”, então minha arte deixa de ser arte pq não tem preço? Isso me entristece. E fico pensando, o que faço não é arte, o que será então?
    Minha primeira tela, enquanto eu a colocava encostada no chão e adimirava, abobadamente um tela pendurada na parede da loja, um crítico de arte me disse: “a sua apesar de se ver que ainda é amador, é arte, tem alma, continue pintando vc é artista de verdade, e ainda disse pro meu marido, – vc vai ficar rico vendendo as telas delas.”

    Fiquei tão feliz! Puxa! Minha primeira tela e sou elogiada assim? Nossa foi a glória!

    Mas com o passar do tempo ví que as pessoas olham e acham lindo, a maioria pergunta, por onde entra na casa? Onde está isso ou aquilo? Outras ainda dizem: aqui poderia ter um pássaro, um gaivota….afffffffffff

    Mas vou me inspirar nas suas obras e continuar…

  2. Cláudio Dickson,
    parabéns pelo comentário, é bom ouvir a realidade, do que se transformou a arte e os que se dizem conhecedores delas,galeria e prêmios em salão é pra filhinhos de papai e de seus amigos, infelizmente.

  3. Como foi bom ler seu comentário!!!Agora todo mundo virou artista.Tem curso de pintura em toda a esquina.Q pena q estão banalisando o verdadeiro e tão raro artista.Parabens pelo comentário.Voce está certíssimo.

  4. É isto aí. Apreciar a arte construída a partir da tolerância com o exagero da falta de conhecimento nos destitui do verdadeiro e expressivo saber, mas sejamos tolerantes com os iniciantes , aprendizes da arte que anda bem devagar em nosso país. Valorizar a arte de rua, da esquina do Leme ao Leblon, digo aqui no Rio, balançando os coraçoes sensíveis de cada um que passa. Inclusive a tua arte que agora passo a apreciar com respeito. Parabéns mais uma vez. Belos e expressivos óleos sobre tela. Congratulaões.

  5. O seu trabalho é de altissimo nível. Possui vivacidade, beleza plástica incomparável. Está no mesmo nível de Miró, Paul Klein, Kandinski e Picasso.
    A diferença é que eles pintavam para os ricos e para eles mesmos, e você tem objetivo mais humano: pinta para o povo.

    Parabéns.

  6. Adorei o comentário de artista. De facto, o artista nao é compreendido pela maior. Dizem que somos loucos… Mas, o que seria da vida sem a LOUCURA??? Ai reside a verdadeira essencia da vida, VIVER COM ALMA! Entrei nesta área por gostar de pintar, nao sei olhar para algo e desenhar, fascina-me sim a mistura das cores, transparecer o que vai na alma, É MAGNIFICO. Já me disseram que quem nao desenha, nao é artista, SERÁ VERDADE? Com forca, conheci um e outro artista ja conhecidos e eles gostaram muito do meu trabalho e deram-me forca para continuar, procurei lugares onde pudesse expor, mas como nao conheco gente influente, os obstáculos foram muitos.Inclusive uma das pessoas que me atendeu numa dessas salas de exposicao, jogou-me na cara que eu nao era artista. Eu olhei para a tela que ele tinha atrás dele e pensei, mas o que está este parvo para aqui a dizer de mim com aquela porcaria de pintura atrás dele??? No meio disto tudo, conheci uma senhora que viu algumas das minhas telas, gostou e encomendou-me uma. Ela adorou o quadro que pintei para e encomendou mais. Hoje, na casa dela só tem telas minhas, e já encomendou mais para a nova casa. É verdade que a minha pintura está muito centrada na decoracao, área que me fascina, mas nao é tambem uma ARTE? Decidi promover o que faco desta maneira, divulgo o meu trabalho em instituicoes, na escola da minha filha, onde tambem ja tem pessoas interessadas… tento a cada dia que passa mostrar-me mais a sociedade e quem sabe assim consiga ir mais longe. Obrigada Claudio, pela arte de saber ouvir-nos, é muito gratificante para o artista poder contar com a forca de uma grande artista. Fernanda Madeira

  7. NÃO CONHECIA SEU TRABALHO, MAS COM A HONESTIDADE QUE VOCÊ COLOCA A SITUAÇÃO ME CHAMOU A ATENÇÃO. VOCÊ NÃO É SÓ UM ARTISTA, É TAMBÉM UM PENSADOR, UM FORMADOR DE OPINIÃO E QUE TEM TODA RAZÃO DO MUNDO E ESSE SEU PENSAMENTO NOS AJUDA A SEGUIR EM FRENTE TAMBÉM COM NOSSA ARTE. NÃO ME CONSIDERO UM ARTISTA, MAS UM RECICLADOR, POIS TRANSFORMO LIXO EM ARTE PORQUE AMO A NATUREZA. PARABÉNS PRA VOCÊ. CONTINUE COM ESTA MANEIRA DIFERENTE DE VER AS COISAS. SÓ OS GRANDES ARTISTAS TÊM ESTA SENSIBILIDADE. Levi Lobão – Guarabira – PB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s